Como está seu balde de paixão?

Por: Areta Braga

Postado em 12/02/2017 - 23:12

Talvez você apenas conecte esta pergunta a relacionamentos amorosos, mas não somente disto que eu estou falando. Quando fiz essa pergunta eu quis me referir a paixão em todas as áreas de sua vida.  O quanto você está apaixonado por seus planos, metas, trabalho, missão de vida? Enfim por todas aquelas coisas que você cuida ou deveria cuidar diariamente.

Nas últimas semanas este tema parece ter me perseguido! Em um feedback com a minha equipe fui confrontada com a afirmação “parece que você está sem brilho, não estou vendo aquela paixão que via em você”.

Depois de ficar alguns dias “de molho” em casa em decorrência de uma cirurgia, aproveitei esse tempo e fui com meu marido ao cinema assistir ao filme Estrelas Além do Tempo, que conta a história encantadora de três funcionárias negras da NASA, apaixonadas por aquilo que faziam, que buscaram forças para enfrentar o preconceito de gênero e racial, realizar o sonho de fazer parte da corrida espacial americana e marcar seus nomes na história. Confesso que fiquei muito impactada.

Para fechar com chave de ouro, participei de uma edição local do Global Leadership Summit 16/17 aqui na minha cidade e o primeiro palestrante, o idealizador do encontro Bill Hybell, que há 22 anos tem como compromisso desenvolver e orientar líderes em nível mundial, falou adivinhem o quê? “O que mais motiva é trabalhar para um líder cheio de paixão”.

Depois de tanto confronto, tive que refletir sobre o tema e conclui que realmente é a paixão que nos move, faz as pessoas acreditarem em nós e nos seguirem. Se nossos baldes de paixão estiverem vazios não teremos forças para seguir e muito menos para motivar aqueles que nos rodeiam.

Percebi que meu balde de paixão andava realmente meio vazio e que a única responsável por o abastecer sou eu. E como irei fazer isso? Somente eu posso descobrir. No meu caso, estes confrontos, somados a reflexão, meditação, descanso e busca de conteúdos enriquecedores, como o do Summit e do filme, foi o suficiente, para eu me abastecer e retomar minha rotina de maneira apaixonada, com aquele brilho que minha colaboradora cobrou.

Se você percebeu que também está precisando abastecer seu balde de paixão minha sugestão é que você identifique qual é a sua paixão e depois encontre as formas de alimentá-la, pode ser por meio de leituras, convívio com pessoas inspiradoras ou até mesmo indo a lugares que gosta ou descansando. Não importa o que alimenta sua paixão o importante é manter o seu balde cheio!

Categoria: